sexta-feira, 31 de outubro de 2014

...

Arrancou o pedaço da pele,
onde ainda havia o cheiro dele,
e saiu voando janela afora

domingo, 26 de outubro de 2014

NEUTRO?

neutralidade
essa palavra
não existe
no dicionário
lá de casa

por isso
nessa guerra
eu escolhi
o lado do povo
e não da burguesia

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

...

resolveu tirar férias
de si mesma
veio passar um tempo
dentro de mim

cigana

cigana poetisa
poetisa cigana
faz poesia
quando dança
ou dança
quando faz poesia
ama
quando declama
ou declama
quando ama

Nudez

Se todo mundo
vivesse nu
nu como nasceu
as diferenças diminuíram
não haveria 
mais roupas
a nos separar

AFETO

Mundo estranho
estranho mundo
Estranham o afeto
Afetam o afeto
Afeto estranho 
Afeto sagrado
sagrado afeto

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Caminhos

A utopia
como dizia Galeano 
serve para continuarmos caminhando
Mas
quando não há mais caminho?

sábado, 18 de outubro de 2014

Faltou-me

Faltou-me
o chão
as paredes
o teto

Faltou-me
o ar
a respiração
os pulmões

Faltou-me
o amor
ou
a vida

Talvez por que
sem amor
não haja
vida

A MORTE

Quando vem assim de repente
chega sem antes avisar
Abre um rombo no coração da gente
Traz uma dor que não dá pra dimensionar

Quando tudo era bonito
e a dor parecia não nos alcançar
Chega ela sorrateira
Para o mundo acabar

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Poesia do M

Meio bêbado
Meio triste
Meio bravo
Mas no geral 
Muito bem

[não] Cale a boca

Cale sua boca!
só sei que
deveria ser proibido
aprisionar as palavras
alheias com tal exclamação

Poesia do Eleitor

simples, rápido e rasteiro
Se tem
apoio ou dinheiro
de ruralista
de fundamentalista
de empresas
de conservadores
não tem meu voto

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

...

Todo forró dançado coladinho
é uma pequena história de amor
que se encerra ao final da canção